Caminhando ...
this site the web

Caminhantes

sua vida

imagem: Autor:©Diepenbroek



heiii

vocês sabem, já sentiram a confusão que é a própria vida, de cada um?!!

nossa mente, pensamentos, não param, nossa voz interior está sempre connosco, ditando, criticando, valorando e mais (andos) infinitamente?!!

que sentimos, vais e vens, baixos e altos, alegria e tristeza, medo e segurança..., num próprio dia?!!

que evitamos, falar, muitas vezes, aquilo que pensamos, sentimos, porque não queremos "ficar mal" ou magoar seja quem fôr?!!

porque poderemos ser rejeitados, não amados, postos de parte por quem achamos que temos de ser admirados??!!

quantas vezes não fazemos aquilo que queremos, tudo que queremos, para estar de acordo com os ditames da sociedade??!!

que abdicamos de sonhos, desejos, vontades, por mínimas que sejam, em prol de outros??!!

que nos achamos, muitas vezes, quando acordamos, feios e incapazes de nos apresentarmos seja a quem fôr, por medo de sermos renegados e substituídos, quando estamos apresentando e sendo  apenas quem realmente  e aquilo que somos??!!

quando não lhe apetece sair de casa, ou tem outros planos, mas, contraditóriamente, segue os planos de outro (s), para que eles não fiquem zangados consigo??!!

quando não lhe apetece ir trabalhar (um dia ou muitos), e se vê (sente) na obrigatoriedade de fazê-lo porque pode perder o trabalho ou .... ??!!

quando não lhe apetece fazer "sexo/amor", e o faz, apenas para que o Outro/companheiro (a), não lhe deite isso em cara dias ou horas mais tarde??!!

quando, não aproveitou um dia só, vivendo, fazendo, aquilo que realmente queria, por medo à critica de quem está consigo??!!

já reparou na brevidade da sua VIDA??!!

que, os anos, dias e horas passam voando??!!
que, a qualquer momento, desaparece deste mundo sabe-se lá para onde?
e se existir, de facto, um outro mundo, estará nesse Mundo Novo, sózinho?
e que terá de começar tudo de novo??!! ou continuar algo sózinho??!!
e que esse Mundo Novo, a existir, só lhe fará ver e sentir, que só você vale a pena (senão não teria abalado apenas você mas todo o mundo e seres que lhe cercam??!!)


Viva, siga seus sentires, desejos, amores, paixões, tristezas, alegrias, medos e tudo o mais que o faça sentir vivo, aqui, e agora, onde está, pois quando partir (destino certo para todos), irá sózinho, e seguirá sua senda, a de mais ninguém, e aí quando se apereceber disso

será demasaido tarde para se arrepender, de uma vida mal vivida em prol dos outros...
por medo ....
e sentir, na alma, que de facto, Não viveu!!!!





O SORRISO (Uma Canalização - Data da canalização: 10 de Dezembro de 2001


Sim, o mundo é muito maior do que podemos pensar com o auxílio da parca condição humana. Não é maior em tamanho, profundidade, altura, largura e outras formas mensuráveis que são facilmente apreendidas com os olhos humanos.

O mundo é maior porque nele interpenetram muitas coisas. Ao contrário daquilo que a física afirma, dois ou mais corpos podem habitar o mesmo espaço ao mesmo tempo. O tempo mesmo é uma medida muito diferente daquela que pode ser concebida pelos relógios. O tempo depende exclusivamente da nossa consciência e é ela que determina o espaço que ocupamos neste mundo. O tempo e o espaço são medidas muito mais maleáveis do que ensinam em suas escolas.
Para mensurar qualquer coisa sobre o Universo devem olhar com outros olhos o que aprendem nos bancos das escolas ou jogar tudo fora e recomeçar ou se nunca aprenderam algo por lá... tentem apreender o mundo com aquilo que acham ser o certo.

O certo e o errado é um jogo divertido criado para lugares como a Terra. Você hoje mata pelo mesmo motivo que amanhã o salva ou será morto. Uma lei de um dado país não se aplica ao país vizinho. O hábito de uma região pode ser considerado nocivo em outra. O que hoje é certo amanhã será considerado muito errado. Esta ambivalência, este paradoxo que visita suas vidas a cada momento é fruto de algo muito maior. O fato de pertencermos ao Universo, e não exclusivamente a um dado planeta. As leis do Universo são aparentemente caóticas, pois elas, no seu aparente caos, permitem que novas possibilidades sejam concebidas a cada instante. Isto é Criar! Proibir é cercear a Criação ou uma maneira de levá-La para um novo ponto ou paradoxo?!
Vamos começar por um ponto que seja pacífico? Se nós considerarmos que nos originamos todos de um mesmo ponto e que somos parte integrante deste ponto e que não somos inferiores e/ou superiores a este ponto...vamos escrever daqui para frente tudo em minúsculo, respeitando apenas a pontuação que marca o final de uma frase, certo? Ok!

Voltando para a pergunta: Proibir é cercear a criação ou uma maneira de levá-la para um novo ponto ou paradoxo?! Proibir, assim como todo e qualquer ato, é algo criativo! Matar também o é! Odiar também o é! Mas, agora vamos para o lado "sermântico"* da coisa toda: se você puder obter resultados melhores de uma maneira menos agressiva porque usar algo tão mais pesado? Bom, depende da sua evolução, depende do que aquele momento pede. Tudo no universo tem proveito! Mas, use o melhor de si e você obterá resultados melhores! Procure olhar a vida com olhos mais tranqüilos! Tá difícil? Que tal se encarar cada acontecimento como se fosse parte de uma peça teatral e cada pessoa como um ator? Como está sua atuação? Que tipo de personagem você é? E os que te rodeiam? Que motivações esta peça traz para seu personagem? E para os demais? Brinque com esta idéia até se cansar e veja como a vida pode ser mais divertida!

A comédia e a tragédia não são o símbolo do teatro? Por qual motivo, hein?!
O universo é rico em possibilidades, como já foi dito, e você pode facilmente usufruir desta prosperidade, mas será preciso primeiro encarar que cada coisa no mundo tem um motivo certo para estar se encaixando. Não importa qual seja! Ou você acha que a mulher ou homem da sua vida está fazendo sexo com você só porque você é bonitinho ou tem dinheiro? Foi bom, meu bem? Será melhor ainda se você aproveitar o momento e deixar de lado seus temores. A vida é uma sucessão de eventos, uns você agarra e outros agarram você! Você ri? Encare da seguinte maneira: nada é absolutamente do jeito que se apresenta! Leia o exemplo abaixo!

Um homem ou uma mulher feios podem se apresentar no momento em que você está com o maior tesão! Ou você deixa de lado os conceitos estéticos e vai saciar sua sede ou procura outra coisa para fazer! A sua escolha refletirá como você pode agir em situações em que a estética pode atrapalhar a completa satisfação de um desejo seja ele sexual ou não! Ou sua escolha refletirá sobre as suas reais necessidades: você está realmente com tesão ou está apenas refletindo um ideal amorfo coletivo?

Voltamos ao início! O universo é maior do que podemos mensurar com nossos sentidos humanos, mas pode ser experimentado com facilidade por eles. Nossas respostas não são certas ou erradas! Elas são aquelas que se adequam ao momento. Quanto mais você apreende no seu viver diário, maiores são as probabilidades de você encarar o mesmo evento sob óticas cada vez mais diversas. Não há novidades nisto! O problema é que você foi tão moldado por padrões familiares, sociais e religiosos que acaba se tornando muito mais exaustivo viver. Sua sociedade foi feita para castrar você, mas lembre-se que cabe a você mudar isto! Você muda quem você é e isto vai fazer com que o seu redor mude! Nunca tente simplesmente mudar o externo sem mudar antes o interno! Quando você muda o seu interior você muda o exterior, mas não por vontade de mudar o exterior, mas porque o exterior é simplesmente um apanhado de experiências e cada experiência nova se cola a ele. Em outras palavras: você muda e esquece que queria mudar o mundo e aí o mundo muda!
Simples como girar uma roda!
Agora... adeus!

*"sermântico" = a algo equivalente a passar um sermão.

Data da canalização: 10 de Dezembro de 2001

Definições de Morte


"A morte é quando a consciência pára de causar o colapso das possibilidades quânticas em eventos reais da experiência" - Amit Goswami.

 Morte: nada de maior; simples passagem de um estado para outro assim como quem se muda do estado do Rio Grande do Sul para Santa Catarina”.
Mario Quintana


 

BLOG da Patrícia - Sei que Deus Existe foi "roubado"

Amigos, o blog da nossa amiga Patríca "Sei que Deus existe", desapareceu, foi bloqueado, ou deletado, sabes-se lá!
tendo ela contactado o Google nada lhe souberam dizer, não sendo da sua responsabilidade o ocorrido!

Existe alguém por aí que não quer que a nossa amiga siga em frente na entrega da sua Luz e Amor diários, e que Deus lhe elumine, pois essa pessoa precisa de Luz está perdida na sua própria dor e quer que outros tb a sintam!!

aqui o novo LINK do novo Blog da Patrícia: http://blogueirosquepensam.blogspot.com.br/

força e Luz para Ti Patrícia e acredite, as amizades que fez não a abandonarão.






Lições de 40 Filmes em 7 Minutos





retirado do blog:  http://avatar51.blogspot.com/, do blog amigo EVOLUÇÃO ESPIRITUAL, Visite, blog de grande lucidez e instrução Espiritual

Os Mundos Búdico e Átmico – Corpos da Consciência e Espiritual


Além do Mundo da Vontade Consciente, encontramos o Mundo Búdico ou Intuicional. Obviamente, não poderíamos entrar no Mundo Búdico ou Intuicional, se antes não tivermos conhecido nossa própria realidade intuitiva, se antes não tivermos desenvolvido em nós a Intuição. Existe uma clara diferenciação entre o que é o processo do raciocínio comparativo, e o que é a Intuição.

 A Razão se apóia no processo de comparação: “Isso é branco porque aquilo é negro”, ou vice-versa. Intuição é diferente, é percepção direta da Verdade, sem o processo deprimente da opção… No Mundo Búdico ou Intuicional existe a Intuição.

Muito além da Região da Intuição, está a Região de Atman, o Inefável. Mas na Região da Intuição descobrimos a Sabedoria do Universo (de tudo o que é, de tudo o que foi, de tudo o que será). No Mundo Búdico ou Intuicional, há sapiência inefável, há fraternidade, há unicidade, unitotalidade, amor… Os que vivem no Mundo da Intuição gozam da autêntica felicidade.
Assim, vale a pena investigar tudo isso. Muito além do Mundo Búdico ou Intuicional, está a Região de Atman, o Inefável, a Região do Íntimo, do Ser. “O Ser é o Ser e a razão de ser do Ser, é o próprio Ser”. O Íntimo, em si mesmo, tem duas Almas: a alma espiritual, que é feminina, e a alma humana, que é masculina. Se lemos a Divina Comédia, veremos que Dante também cita as duas Almas: uma, “a que trabalha” (a humana), e a outra, “a que contempla”, “a que se mira no espelho da Natureza”.
Muito se falou sobre o signo zodiacal de Gêminis. Eu digo que trazemos esse signo dentro de nós mesmos, no fundo da alma… O Íntimo tem, repito, duas Almas: a espiritual, que é feminina, e a humana, que é masculina. A espiritual é a Valquíria, a Genebra, a Rainha dos Jinas, aquela que a Lancelot servira o vinho nas taças deliciosas de Sukra e de Manti. A humana sofre, chora, é masculina, e através dela vibra o Chrestos Cósmico, “A poderosa mediação astral que enlaça nossa personalidade física com a imanência suprema do Pai Solar”.
Chegar a encarnar as duas Almas é possível, mas isso requer rigorosas disciplinas esotéricas. Antes, é preciso haver criado os corpos astral, mental e causal, e haver trabalhado profundamente em si mesmo e dentro de si mesmo, aqui e agora. Só o Iniciado livre, que eliminou o Ego, que trabalhou de verdade, profundamente, sobre si mesmo, se faz digno de encarnar em si mesmo as duas Almas. Isso significa fazer realidade (em nós) o signo zodiacal de Gêminis, pois essas duas Almas são gêmeas.
Inquestionavelmente, a Alma Humana deve desposar-se com sua Dama, a Valquíria, a Sulamita do Sábio Salomão, a que figura no Cântico dos Cânticos… Quem chegue a encarnar em si mesmo esse par de Almas conseguirá a Iluminação total, a sapiência, a sabedoria. Primeiro, é necessário receber o princípio anímico humano (masculino); segundo, devem vir os esponsórios da parte humana, masculina, com a parte espiritual, feminina.
Através do Budhi, da Valquíria, da Genebra, da Beatriz de Dante Alighieri, resplandece o Logos.
Obviamente, os princípios divinos mais poderosos estão contidos no interior da Alma-Espírito, do Budhi. Por isso Blavatsky disse, em A Voz do Silêncio: “O Budhi é como um vaso de alabastro fino e transparente, através do qual arde a Chama de Prajña”. Quando a Alma Humana (isso que temos de humano em nós, aqui dentro) se desposa com a Alma-Espírito, vem a Iluminação, estabelece-se a luz interior em nós, ficamos transfigurados, resplandecentes, iluminados.
Mas para que esse contato se estabeleça, há que trabalhar muito duro dentro de nós mesmos, de forma intensiva, criando os Corpos Existenciais Superiores do Ser, eliminando o Ego animal, sacrificando-nos pela humanidade doente. Assim, irmãos, o interessante é que nos convertamos em verdadeiros Adeptos da Fraternidade da Luz Interior. Se assim procedemos, chegaremos à verdadeira Iluminação Íntima, e se assim procedemos, chegaremos à autêntica bem-aventurança, poderemos submergir-nos na região da felicidade legítima etc.
É necessário sair destas regiões de trevas em que nos encontramos, é urgente, em verdade, chegar ao mundo dos esplendores. Há que se investigar um pouco, refletir, repito, estudar estas coisas. Se nós não analisamos, se não estudamos estas matérias de conteúdo substancial, jamais chegaremos à liberação final. Cada um de nós tem de trabalhar sobre si mesmo se é que aspira chegar, algum dia, à autêntica Iluminação. Mas para trabalhar sobre si mesmo é necessário, inevitavelmente, ter o Conhecimento, as chaves, as práticas. Nós, aqui, iremos dando a nossos estudantes os sistemas, os métodos para trabalhar sobre si mesmos, a fim de que consigam uma mudança absoluta.
É necessário, antes de mais nada, que haja continuidade de propósitos, porque muitos começam estes estudos e poucos chegam. Acontece que as pessoas não têm continuidade de propósitos. Hoje começam com muito entusiasmo, e mais tarde no tempo se apartam do Corpo de Doutrina. No mundo há de tudo, existem os “mariposeadores”, esses que andam de escolinha em escolinha e que acham que sabem muito, quando em realidade e de verdade nada sabem. Nós temos de nos definir com inteira clareza. Esta Instituição não busca outra coisa além da Autorrealização Íntima do ser humano.
De modo algum nos interessa essa questão dos “mariposeadores”, que andam de escolinha em escolinha, para não chegar a nenhuma conclusão. A única coisa que nos interessa é trabalhar sobre nós mesmos, para conseguir a transformação radical. Necessitamos fazer-nos Adeptos da Fraternidade da Luz Interior, e isso é possível trabalhando sobre nós mesmos, aqui e agora.
Os tempos chegaram, em que o Filho do Homem tenha de mostrar à Humanidade o Caminho. Infelizmente, as pessoas, “ouvindo, não ouvem” e “vendo com seus olhos, não veem”. A Senda lhes é indicada e não a entendem, e se ligeiramente chegam a entendê-la, não têm continuidade de propósitos para chegar à meta, e logo se desviam. O Movimento Gnóstico é como um trem em marcha: uns passageiros sobem em uma estação e descem em outra. Raros são os passageiros que chegam à estação final. Os afiliados à nossa Instituição estão convidados: podem chegar à meta, desde que se proponham a tal.

É uma lástima que as pessoas tenham mente volúvel, e que hoje pensem uma coisa e amanhã outra! Se as pessoas fossem sérias de verdade só se preocupariam por trabalhar intensamente dentro de si mesmas.
Nesta Instituição ensinamos como eliminar os agregados psíquicos indesejáveis que carregamos em nosso interior. Nesta escola ensinamos aos seres humanos qual é o caminho do autêntico sacrifício, e como fabricar os corpos astral, mental e causal para se converterem em Homens verdadeiros, em Homens legítimos, em Homens autênticos, no sentido mais completo da palavra.

O Mundo Causal – O Corpo Causal


Muito além dessa Região da Mente Universal ou da Mente Terrestre, está o Mundo das Causas Naturais. Se alguém não fabricou um corpo causal para seu uso particular, como poderia explorar o Mundo da Causação Cósmica, como poderia viajar em corpo causal? Como poderia conhecer o Mundo das Causas Naturais? Uma pessoa tem de estudar a própria vida causativa, tem de haver descoberto as causas de seus erros, haver conhecido a si mesmo para poder ter direito a converter-se em um Homem Causal.
Só o Homem Causal pode viver conscientemente no Mundo Causal, só o Homem Causal pode viajar pelo Mundo das Causas Naturais, só o Homem Causal tem acesso aos arquivos secretos da Região Causativa. No Mundo das Causas Naturais predomina novamente o azul intenso, profundo. Os Adeptos do Mundo Causal trabalham pela Humanidade, nós os vemos vestidos em forma similar à daqui, do mundo Terra. Têm seus templos e estão muito ocupados nos trabalhos que se relacionam com o bem-comum.
No Mundo das Causas Naturais, encontramos a Lei da Balança. O Homem Causal trabalha sempre de acordo com a Balança Cósmica, vive no mais perfeito equilíbrio. No Mundo Causal descobrimos que não há efeito sem causa nem causa sem efeito. A causa transforma-se em efeito e o efeito converte-se em uma nova causa que origina, por sua vez, outro efeito. As leis de causa e efeito são reais e as conhecemos a fundo quando as investigamos no Mundo das Causas Naturais.
O Homem Causal é o homem que fabricou um corpo causal, o Homem Causal é aquele que já tem uma Vontade Individual. Devemos dizer, de forma enfática, que o “animal intelectual” equivocadamente chamado Homem não possui ainda uma verdadeira Vontade.
Obviamente, o animal intelectual ainda não é um Homem no sentido mais completo da palavra. Quando alguém se deu ao luxo de fabricar um corpo causal, ou um corpo da vontade consciente, sabe o que é verdadeiramente a Vontade. Se pensamos na multiplicidade do Eu Psicológico, se pensamos que cada um dos defeitos que possuímos está perfeitamente representado por um agregado psíquico inumano, vamos descobrir, com toda clareza, que temos muitas “vontades”. Cada agregado psíquico é como uma entidade tenebrosa em nós, personificando algum erro, e possui sua própria “vontade”.
Assim, os diversos agregados que moram em nós representam distintos impulsos volitivos. Portanto, há muitas “vontades” no fundo de nossa psique, que se chocam entre si. O animal intelectual não possui uma Vontade autóctone, independente, íntegra, unitotal, não há unicidade na “vontade” do animal intelectual. Mas quando alguém criou o corpo da vontade consciente, então dispõe de uma Vontade Individual, com a qual pode trabalhar no Universo inteiro. No Mundo das Causas Naturais encontramos os Homens Causais, aqueles que já criaram o corpo da vontade consciente.
Como poderíamos conhecer o Mundo Causal, se antes não tivermos conhecido as causas de nossos próprios erros? Como poderíamos conhecer o Mundo Causal, quando ainda não conhecemos nossas próprias causas equivocadas? Na realidade de verdade, repito, quem quiser conhecer os Mundos Internos do planeta Terra deverá, antes de tudo, começar por conhecer seus próprios mundos interiores. Isso requer autoexploração e trabalho consciente sobre si mesmo…

O Mundo Mental – O Corpo Mental


Além do Mundo Astral, está o Mundo da Mente. Quando um homem é capaz de fabricar um corpo mental, quando o tem, é também capaz de viajar pelo Mundo da Mente Universal. No Mundo da Mente encontramos sapiência, sabedoria. Ali estão todos os templos dos deuses, os templos de Hermes Trismegisto, onde se mencionam suas obras, onde se rende culto à sua sapiência. Poucos são os que sabem viajar em corpo mental.
Isso se deve a que poucos são os que fabricaram, para seu uso pessoal, um corpo mental. Quando alguém aprende a viajar em corpo mental, descobre que a mente da Terra é gigantesca. Dentro da mente de nosso planeta Terra achamos os subúrbios, os mercados etc., mas também achamos a parte subliminar do entendimento universal.
No Mundo da Mente há de tudo. Ali estão os pensamentos de cada pessoa, as ideias de cada qual etc. Algumas almas, que na vida tiveram boa conduta, são recompensadas. Por algum tempo moram no “Devakan”, isto é, na Região da Mente Superior, e até conseguem fazer uma visita ao Causal, ainda que mais tarde, esgotada a recompensa, tenham de regressar, outra vez, para um novo corpo. No Mundo da Mente há dor ou felicidade, tudo depende da região em que estivermos. Nas regiões inferiores do Mundo da Mente há dor e nas regiões superiores do Mundo da Mente há felicidade. No Mundo da Mente encontramos também muitos Devas que amam a Humanidade, trabalham pelo bem-comum, lutam pelo bem de tantos e tantos milhões de pessoas que povoam a face da Terra.
Irmãos, chegou a hora de entender claramente que se alguém não conhece sua própria mente particular, se alguém não conhece seus processos mentais, se alguém não aprendeu a subjugar sua mente e a controlar os sentidos, muito menos poderá conhecer a Mente Cósmica, a Mente Universal. Recordemos que “a Mente que é escrava dos sentidos faz a alma tão inválida como o bote que o vento extravia sobre as águas”.
Como poderíamos conhecer a Mente Universal, se não conhecemos nossa própria mente, se não estudamos os 49 níveis do entendimento, se ainda não criamos um verdadeiro corpo mental, se ainda não desintegramos todos esses elementos indesejáveis que no entendimento carregamos? Assim, explorar o Mundo da Mente é possível quando alguém explorou sua própria mente.

O Mundo Astral – O Corpo Astral


Muito além desse corpo vital (que é tão precioso), descobrimos o que poderíamos chamar o Mundo Astral. O verdadeiro Iniciado possui um corpo astral. Nem todos os seres humanos o possuem, mas o Iniciado o possui. Também o planeta Terra possui um corpo astral.
O Mundo Astral é maravilhoso, é o mundo da cor, tem sete tonalidades básicas, fundamentais, de acordo com as sete notas do espectro solar, de acordo com as sete cores básicas. O Mundo Astral tem regiões extraordinariamente sublimes, e outras desgraçadamente infernais. No Mundo Astral achamos as Colunas de Anjos e também as Colunas de Demônios (poderíamos dizer que no Mundo Astral os Anjos e Demônios se combatem). Quem possui um corpo astral pode viajar por essas regiões do Mundo Astral, pode conhecê-las, pode descobrir seus prodígios etc.
Poderíamos dizer, de forma enfática, que o Mundo Astral é o Mundo dos Sacramentos, e isso, obviamente, já está demonstrado esotericamente. Qualquer Adepto verdadeiro possui um corpo astral. É possível fazer visível e tangível o corpo astral, depois da morte do corpo físico. Existe, no Alto Esoterismo, um sacramento denominado Almoadziano. Mediante esse sacramento, um Mestre (depois da morte do corpo físico) pode viver durante um ano materializado no mundo tridimensional de Euclides (isto é, aqui neste Mundo Físico), para instruir seus devotos.
O “Sacramento Almoadziano” é tremendo: quando um Mestre quer instruir fisicamente seus discípulos, depois de haver perdido o corpo denso, pode fazer isso, pode materializar o Astral, fazê-lo tangível ante os discípulos, com a condição de haver (primeiro) verificado o Sacramento Almoadziano…
É tremendo esse sacramento! O Adepto colocará, dentro de sua taça ou cálice, algo de seu sangue, e seus discípulos (imitando-o) colocarão também sangue nesse cálice, mesclarão todo o conjunto de sangue, celebrarão um rito, mas um rito muito especial, em que cada um beberá do cálice e se verificará o Sacramento Almoadziano. Mas isso merece uma explicação científica, clara e precisa.
Dentro do sangue arterial, dentro do sangue humano, existe o “Hambledzoin do Ser” (ou sangue astral): corpúsculos de sangue sutil, que correspondem ao Astral. A Liturgia, combinada com a operação de sangue, tal como a citei, permite que o Hambledzoin do Ser (isto é, o sangue astral contido no sangue físico), entre na parte astral de cada um dos que celebraram o Sacramento.
Assim, no Mestre, vem a ficar o Hambledzoin do Ser de cada um de seus estudantes, e nos estudantes, o Hambledzoin do Ser do sangue de seu Mestre. Sangue astral, melhor dizendo, contido no sangue físico, chegará à parte astral de discípulos e Mestre. Assim, e só assim, será possível que o Mestre, depois da morte do corpo físico, possa se materializar, viver com seu corpo astral aqui, na região tridimensional de Euclides, neste mundo denso…
No Mundo Astral vivem os falecidos, as “almas penadas”, os “espíritos cativos”, e também aqueles que se dedicam à Alta ou Baixa Magia. No Mundo Astral encontraremos o Elohim Guibor ou Andrameleck; Michael ou sua antítese, Chavajoth; ou Rafael; Lilith ou Nahemah, Miguel ou Lúcifer etc. Ali vivem as colunas de anjos e de demônios, que se combatem mutuamente.
Aqueles que se dedicam à magia prática, especialmente, situam-se no Mundo Astral. Recordemos precisamente Eliphas Levi, o Abade Alfonse Louis Constant. É um grande Mestre que se acha situado, inquestionavelmente, no Mundo Astral. Ali vive, ali trabalha, ali existe, porque é um mago. A palavra “mago” deve ser revalorizada. Nesta época infeliz, se chama mago ao charlatão, ao prestidigitador, ao ignorante enganador, que tem habilidade das mãos para enganar as pessoas.
Nos tempos antigos, “mago” era o sábio, o iluminado, aquele que conhecia os Mistérios da Vida e da Morte. Aquele que havia empunhado o cetro de poder, aquele que havia desenvolvido, em sua anatomia oculta, o fogo serpentino anular que se desenvolve no corpo do asceta.
No Mundo Astral podemos invocar os anjos e também os demônios. Existem fórmulas angélicas, inefáveis, mediante as quais é possível que os Elohim nos assistam, mas existem também fórmulas mântricas diabólicas, ou litúrgicas, mediante as quais é possível invocar os demônios.
Anjos e demônios obedecem ao mago. Mago é o que sabe entrar no Mundo Astral à vontade, o que é capaz de abandonar o corpo físico para mover-se, precisamente, na região astral. Eu não poderia denominar mago a um indivíduo que não sabe sair do corpo físico à vontade. No Mundo Astral vivem os magos. Qualquer Adepto que tenha se dedicado à Alta ou Baixa Magia tem qd viver forçosamente no Mundo Astral.
O Mundo Astral, por si, é um mundo de cores cintilantes, tremendas. O fogo astral arde abrasadoramente em todo o Universo. Ali encontramos as almas desencarnadas (ali vivem, ali existem) e podemos conversar com elas, se sabemos deixar o corpo físico à vontade…

O Mundo Vital – O Corpo Vital


É necessário desenvolver certas faculdades supranormais, com o propósito de explorar a vida interna do planeta Terra, mas se não começamos por conhecer a nós mesmos, tais faculdades não se desenvolverão plenamente. Assim que vale a pena entender o que é a vida interior e suas responsabilidades. Que nosso planeta Terra tem um corpo vital? Isso não se pode negar, é óbvio que tem! Nós também temos uma base vital orgânica, e sem essa base vital, o corpo físico não poderia existir.
Na hora da morte, o corpo físico vai ao sepulcro, junto com o vital. Esse corpo vital vai se decompondo lentamente diante do sepulcro. Tem uma cor fosforescente, brilha como os fogos-fátuos da meia-noite. Os videntes costumam até ver o corpo vital diante das sepulturas, decompondo-se lentamente, à medida que o corpo físico também vai se decompondo. O corpo vital é a base, repito, da vida orgânica. Nenhum corpo físico poderia funcionar sem esse nexus-formativus, sem esse corpo vital, que é fundamental para a biologia, para a química, para a fisiologia etc.
Aprofundar-se nessa questão é urgente, inadiável, impostergável. Mas, como é o mundo vital? Porque se nós possuímos um corpo vital, o planeta Terra tem também de possuí-lo. Obviamente, o corpo vital do planeta Terra é o Éden, o Paraíso, a Terra Prometida da qual falou Moisés, o grande cabalista iniciado, o grande legislador hebraico. Quem tiver desenvolvido as faculdades extraordinárias do corpo vital poderá viajar com tal veículo no Éden. Não quero dizer que a totalidade do corpo vital possa ser utilizada para viajar no Paraíso.

O corpo vital tem quatro éteres: primeiro, o Éter Químico, que serve de base às forças químicas que trabalham no organismo, tanto nos processos de assimilação como de eliminação; segundo, o Éter de Vida, relacionado diretamente com os processos da reprodução da espécie; terceiro, o Éter Lumínico, que se relaciona com as percepções, com as calorias etc.; e, por último, o Éter Refletor, que é o veículo da Imaginação e da Vontade. Portanto, o corpo vital tem quatro éteres, e é o fundamento da vida orgânica. O Iniciado pode extrair os dois éteres superiores do corpo vital para viajar com eles pela região do Éden. Esses dois éteres superiores, repito, são o Lumínico e o Refletor. Com tal veículo, alguém pode estudar o Éden, o Paraíso Terrenal…
Os que supõem que o Paraíso Terreno esteve situado em tal ou qual lugar da Terra, estão equivocados. A explicação que a Bíblia dá, sobre os rios Tigre e Eufrates e o “Paraíso”, situado lá na Mesopotâmia etc., é completamente simbólica. O Paraíso Terreno é o corpo vital do planeta Terra, é a seção superior deste mundo tridimensional de Euclides. O corpo vital terrestre serve de base à vida orgânica de todo o nosso mundo Terra.
Certamente, o corpo vital contém, em si mesmo, duas esferas: a primeira, diria, a Lua; a segunda, a Terra (são como duas gemas de um mesmo ovo). Isso parecerá insólito, mas no fundo não o é.
Lembremos que a Lua que nos ilumina no espaço infinito um dia teve vida, e vida rica e abundante; mares profundos, vulcões em erupção, vida vegetal, animal, humana etc.
Aqueles pseudoesoteristas, ou Iniciados, que afirmaram que a Lua era “um pedaço da Terra lançado ao espaço”, ficaram muito mal com as explorações feitas pela Nasa. Os distintos fragmentos lunares, examinados com o carbono-14, indicaram que a Lua é mais antiga que a Terra. Então, é evidente que não é um pedaço de crosta terrestre lançado ao espaço, como supõem muitos ignorantes equivocados.
Que a alma lunar tenha sido um dia transferida a nosso mundo Terra? Isso é óbvio!
Depois que esse mundo (a Lua) se converteu em um cadáver, sua alma lunar, seu princípio vital, foi transferido para esta região do espaço e serviu de nexus-formativus para nosso planeta Terra. Por isso é que nossos antepassados de Anáhuac chamavam a Lua de “Nossa Avó Lua”. Blavatsky dizia que “a Lua é a mãe da Terra”. Para os Iniciados de Anáhuac, a Lua é “a avó”, porque a Lua é a mãe da Terra, e se a Terra é a nossa mãe, então a Lua é nossa avó.
Vejam vocês como eles, com grande sabedoria, definem algo que os modernos intelectuais, de tantas “badalações”, não puderam definir (eu, em realidade, tenho visto que a sabedoria é espantosamente simples, de uma ingenuidade e uma inocência que assombram). Obviamente, a Lua joga um grande papel na economia orgânica de nosso mundo Terra. Como o corpo vital da Terra abarca também a Lua, por isso a Lua pode atuar de forma mais direta sobre nossa Terra, sobre os organismos etc.
Já sabemos o papel que tem em relação com as altas e baixas marés, já sabemos a relação que tem com a função ovariana no sexo feminino, já sabemos a relação que distintas enfermidades têm com os ciclos lunares, a saúde mental dos internos em manicômios (que nas mudanças de Lua pioram ainda mais) etc. A Lua influi diretamente na concepção de todas as criaturas vivas. Na Crescente, a seiva sobe, e na Minguante desce, e isso é extraordinário…
O Mundo Vital é algo que vale a pena investigar. No Éden, isto é, no Mundo Vital, existem verdadeiras maravilhas. Quem souber viajar com o corpo vital pelo Paraíso poderá ver as raças humanas que aí existem.
Há raças paradisíacas que vivem na quarta vertical, que são humanas. Convivem conosco, ao nosso lado, mas são invisíveis para nós. Conheço uma raça dessas, e têm corpo físico, e se reproduzem como nós e convivem ao nosso redor, sem que as pessoas as vejam, graças às distintas modificações da matéria.
Ainda há raças humanas que não saíram do Paraíso e são felizes, pessoas de carne e osso, invisíveis para pessoas que vivem na região tridimensional de Euclides… gentes edênicas, paradisíacas, que ainda não comeram daquele fruto do qual nos foi dito: “Não comais, porque se comerdes desse fruto, morrereis!”, pessoas que souberam obedecer esse mandato…
O Mundo Vital ou Mundo Etérico é precioso. As montanhas ali são transparentes como o cristal e têm uma bela cor azul, os mares se veem azuis, e os campos… a cor básica, fundamental, do Éden, é o azul; mas isso não quer dizer que não exista toda gama de cores no Éden. Existem, mas o fundamental é o azul intenso do Éter.
O Mundo Vital é precioso. Ali há templos extraordinários, ali estão os templos dos elementais da Natureza… Cada planta, por exemplo, é o corpo físico de um elemental. Uma é a família das laranjeiras, outra a dos pinheiros, outra a das hortelãs, outra a das roseiras etc. Essas famílias elementais vegetais têm seus templos no Éden, ali  essas criaturas inocentes se reúnem para receber instrução dos Devas que as governam. Quem souber viajar em corpo etérico, poderá perfeitamente verificar, por si mesmo e de forma direta, o que nesses instantes estou enfatizando.
Bem vale a pena inquirir, estudar mais a fundo esta Doutrina, para descobrir tantos prodígios…
João Batista, indubitavelmente, vive no Mundo Vital, isto é, no Éden, no Paraíso. João Batista é um verdadeiro Iluminado, um Christus, alguém que já encarnou em si mesmo o Verbo, a Palavra, o Cristo Íntimo.
Para poder penetrar no Éden, é necessário saber viajar com o corpo vital e haver recebido educação esotérica profunda…

O Que são os mundos internos


Irmãos que estão aqui reunidos esta noite, iniciaremos nossa palestra. 
 
Espero que ponham o máximo de atenção. Chegou a hora de estudarmos mais a fundo tudo o que seja relacionado com o Homem e o Universo que nos rodeia. Antes de tudo, faz-se indispensável compreender a fundo os processos da vida e da morte. Inquestionavelmente, existem no ser humano faculdades de cognição superlativas, extraordinárias, que estão em estado latente, e que convenientemente desenvolvidas podem servir para estudar a fundo o Homem e o Universo.
Certamente, os Mundos Internos de cada um de nós são o que se conta. O pensamento, o sentimento, as emoções, os desejos, os anelos, são invisíveis à simples vista, ninguém os vê. Todos esses valores constituem, em si mesmos, o Interno. Cada homem tem sua vida interior, cada homem tem seus mundos internos. Se um homem não conhece o próprio mundo interior, a vida íntima, muito menos poderá conhecer os Mundos Internos e a vida íntima do planeta em que vivemos. E se não conhece a vida íntima do planeta em que vivemos, tampouco conhecerá a vida interna de nosso sistema solar, ou da galáxia que gira ao redor do Sol Central Sírio.

Assim, se quisermos conhecer a vida interna do sistema solar, ou da Terra, ou da galáxia, devemos começar por conhecer nossos próprios Mundos Internos. Ninguém poderia conhecer a ninguém, observando unicamente a forma física, o corpo físico. Se vamos a uma festa, veremos muitas pessoas que dançam alegres, felizes, mas na realidade e de verdade só vemos delas a mímica, escutamos sua voz sonora, sua gargalhada, ou descobrimos o “sorriso sutil de Sócrates”, seu conteúdo, mas nada sabemos em verdade sobre a vida interna de tais pessoas. Ver a personalidade física, ou ver personalidades físicas (para falar de forma pluralizada), não é descobrir a vida interna das pessoas. Isso de que “eu conheço fulano”, ou “conheço fulana”, resulta absolutamente falso, porque ninguém pode conhecer ninguém se antes não se conhece a si mesmo.

Dizer que “conhecemos um amigo”, que “conhecemos sua vida íntima”, que “é um amigo íntimo”, é exagerar a coisa, porque não poderemos em verdade conhecer intimamente a ninguém, enquanto não tenhamos conhecido a nós mesmos. Mas se alguém conhece seus próprios mundos internos, pode conhecer também a vida interna das pessoas que o rodeiam.

Quando alguém descobre sua vida interna, quando conhece seus erros psicológicos, torna-se melhor amigo, melhor irmão, melhor filho, melhor cidadão, porque então compreende melhor os outros. Se alguém vem a saber, por si mesmo, que tem ira, pois compreende a ira dos outros e não exige deles que não a tenham, posto que ele sabe que a tem. Se alguém descobre que é ciumento, não incomodará os outros com seus ciúmes, não poderá exigir que os outros não sintam ciúmes, porque se ele os tem, dirá a si mesmo: “Os outros, obviamente, terão de tê-los”. Assim, é necessário refletir bastante em todas essas coisas.

A vida interna de cada um de nós é o que conta, é mais real ainda que as coisas físicas (que esta mesa, este gravador), está muito perto de nós mesmos, constitui nossos processos psíquicos, somos nós mesmos. Ninguém vê o pensamento alheio, a não ser que tenha a divina clarividência, mas o pensamento existe, e é interno. Para o clarividente, os pensamentos das outras pessoas são como um livro aberto.
Chegou a hora de nos tornarmos mais compreensivos. Não poderíamos, repito, conhecer a vida interna deste planeta Terra, se antes não conhecemos nossa vida interna. Não poderíamos conhecer a vida interna de um amigo, isto é, não poderíamos conhecer de verdade um amigo se antes não conhecemos a nós mesmos.

Portanto, o conhecimento de si mesmo é fundamental quando alguém quer explorar algo, quando quer conhecer os mundos internos do planeta Terra, quando quer inquirir, ou buscar, ou indagar algo sobre os Mistérios da Vida e da Morte.


Por:
(Samael Aun Weor, conferência O Que São os Mundos Internos)

O mantra dos invencíveis


O mantra que vou lhes dar é muito simples:
Gate, gate, paragate, parassamgate, bodhi suaha.

Pronuncia-se esse mantra assim:

Gaaateee… Gaaateee… Paaaraaagaaateee… Parassssamgaaateee… Booodhiii-suaaahaaa…

Em nossos corações tem de ficar gravado. Esse mantra é pronunciado suavemente, profundamente, e no coração. Pode também ser usado como verbo silencioso, porque há dois tipos de verbo, o verbo articulado e o verbo silencioso. O verbo silencioso é poderoso.
Este mantra abre o Olho de Dagma. Este mantra, profundo, um dia os levará a experimentar o Vazio Iluminador, na ausência do Ego. Então saberão o que é o Sunyata, então vocês entenderão o que é o Prajñaparamita.
Perseverança é o que se necessita, com este mantra vocês poderão chegar muito longe. Convém experimentar a Grande Realidade alguma vez, isso nos enche de ânimo para lutar contra nós mesmos. Esta é a vantagem do Sunyata, esta é a maior vantagem que existe com relação à experiência do Real.
E para aproveitar a meditação e o mantra devidamente, vamos entrar por um momento em meditação com o mantra. Portanto, rogo a todos os irmãos entrar em meditação. Relaxamos o corpo completamente e depois nos entregamos totalmente a nosso Deus Interior Profundo, sem pensar em nada, unicamente recitando o mantra completo, com a mente e o coração.
A meditação deve ser profunda, muito profunda, os olhos fechados, o corpo relaxado, completamente entregues a nosso Deus interior. Não se deve admitir nenhum pensamento nestes instantes, a entrega a nosso Deus deve ser total, somente o mantra deve ressoar em nossos corações. Apaguem as luzes, relaxem o corpo. Relaxamento completo e entrega total a nosso Deus Interior Profundo. Não pensem em nada, por nada, por nada…

Recitarei o mantra, eu o repetirei muitas vezes para que não esqueçam:

Gaaateee… Gaaateee… Paaaraaagaaateee… Parassamgaaateee… Booodhiii-suaaahaaa…

Continuem repetindo em seus corações, não pensem em nada… Entreguemo-nos a nosso Deus…
Sintam-se como um cadáver, como um defunto…
Observem como as pessoas que se dizem intelectuais são cheias de estranhas manias, alguns deixam o cabelo desalinhado, se coçam espantosamente, fazem mil palhaçadas; claro, é produto de uma mente mais ou menos deteriorada, destruída pelo batalhar das antíteses.
Se a todo conceito colocamos uma objeção, nossa mente termina brigando sozinha. Como conseqüência, vêm as enfermidades ao cérebro, as anomalias psicológicas, os estados depressivos da mente, o nervosismo, que destroem órgãos muito delicados como o fígado, o pâncreas, o baço etc. Mas se nós aprendemos a não ficar fazendo objeções, e deixar que cada qual pense como quiser, que diga o que quiser, terminarão as lutas dentro do intelecto e em seu lugar virá uma Paz verdadeira.
A mente das pobres pessoas briga o tempo todo. Briga consigo mesma espantosamente, e isso nos conduz por um caminho muito perigoso, que leva a enfermidades do cérebro e de todos os órgãos, destruição da mente, porque muitas células são queimadas inutilmente. Há que viver em santa paz, sem fazer objeções, que cada qual diga o que quiser e pense o que quiser. Nós não devemos fazer objeções, assim andaremos como deve ser, conscientemente.




Temos de aprender a viver. 

Infelizmente, não sabemos viver, estamos metidos dentro da Lei do Pêndulo. Mas reconheço aqui, conversando com vocês, que não é coisa fácil não colocar objeções. Saímos daqui, pegamos nosso carrinho e logo adiante alguém vem e nos dá uma fechada. Se não dizemos nada, pelo menos tocamos a buzina em sinal de protesto. Ainda que seja buzinando, protestamos.
Se alguém nos diz algo, em um momento que abandonamos a guarda, é certo que protestamos, fazendo objeções. É muito difícil, espantosamente difícil, não fazer objeções. No mundo oriental já se refletiu muito sobre este assunto, e também no mundo ocidental. Eu creio que há vezes em que é necessário apelar a um poder superior a nós mesmos, se é que queremos liberar-nos desta questão das objeções.
Em certa ocasião, lá pelas terras do mundo oriental, um monge budista ia caminhando, em um inverso espantoso, cheio de gelo e de neve, de animais selvagens. Claro que isto proporcionava sofrimentos ao pobre monge, que, naturalmente, protestava e colocava objeções. Mas o pobre teve sorte. Quando estava quase desmaiando, lhe apareceu em meditação Amitaba (Amitaba em verdade é o Deus Interno de Gautama, o Buda Sakyamuni) e lhe entregou um mantra para que pudesse manter-se forte e não fazer objeções, uma ajuda para que ele não ficasse protestando toda hora, contra si mesmo, contra a neve, contra o mundo.

Esse mantra é utilíssimo, vou vocalizar bem para que vocês o guardem na memória e para que fique também gravado nas fitas que vocês trazem em seus gravadores:

Gaaatteee… Gaaatteee… Gaaatteee…
É melhor soletrar: G – A – T – E. Entendo que este mantra permitiu àquele monge budista abrir o Olho de Dagma, e isso é interessante, se relaciona com a iluminação interior profunda e com o Vazio Iluminador…


Houve necessidade dessa ajuda, porque não é tão fácil deixar de colocar objeções. Um momento em que a pessoa se descuida da guarda, já está colocando objeções a tudo, à vida, ao dinheiro, à inflação, ao frio, ao calor etc. Muitos protestam porque está fazendo frio, ou porque está fazendo calor, protestam porque não têm dinheiro, protestam porque um mosquito lhes picou, protestam por tudo.
Em realidade e de verdade, quando alguém vive fazendo objeções, se prejudica horrivelmente, porque o que ganha por um lado dissolvendo o Ego, está perdendo por outro lado, com as objeções. Se alguém está lutando por não sentir ira, mas está fazendo objeções, pois o demônio da ira volta a tomar força.
Se está lutando terrivelmente para eliminar o demônio do orgulho, se coloca objeções à má situação, a isto ou aquilo, volta a fortalecer esse demônio. Se está fazendo um esforço para acabar com a abominável luxúria, mas se em um dado instante coloca objeções, “porque a mulher não quer Ter relações sexuais com ele”, ou a mulher, “porque o homem não a procura”, e cinqüenta mil objeções deste tipo, pois está fortalecendo o demônio da luxúria.

Assim, se de um lado estamos lutando por eliminar os agregados psíquicos e por outro os estamos fortalecendo, simplesmente estancamos. Portanto, se vocês querem, em realidade e de verdade, eliminar os agregados psíquicos, têm de acabar com essa questão das Objeções. Se não procedem assim, se estancam inevitavelmente, não vão progredir de maneira alguma. Quero que compreendam isto de uma vez.

Por: Samael Aun Weor

Apenas, SER

Sabem??!!

a própria VIDA, é um grande emaranhado de pensamentos desconexos, sem rumo, e que nos fazem, criar, a nossa realidade, essa desconexão!!

acreditamos ser o que se nos apresenta, dia a dia, sem controle, apenas porque se nos apresenta assim!!

nossos pensamentos, descoordenados, nos levam a viver e sentir na pele, mais um dia, sem nós mesmos termos consciência do que ele (dia/oportunidade) nos trouxe ou o que sequer somos!!

estamos, habituados (memórias enraizados desde pequenos e que seguem nos acompanhando), que somos seres que são levados pela nossa própria Vida como ela quer!!

mas, creio eu, e que aqui fique expresso que é uma convicção minha, pelo que tenho aquirido como Verdade (cada um tem a sua Verdade), que somos seres manipulados por memórias antigas, que nos foram trespassadas pelos nossos antecessores, e por nós mesmos, por experiências passadas mas não compreendidas, que pouco ou nenhuma sabedoria lhes (nos)  foi permitida chegar à sua alma!!

creio, outra vez digo, que fomos e somos controlados por memórias que não são as nossas mas que vieram acrescentadas na nossa bagagem porque, assim, permitimos!! por não sairmos da nossa área de conforto, que nos fazem sentir e pensar, por aqueles que foram importantes para Nós!!

e aí, acredite, (o), não somos nós mesmos!!





sentir,

tentar buscar, aprender, e rabuscar, seja onde fôr, nesta Vida que nos foi premiada, e dentro de Nós mesmos, mesmo que isso não entendamos, que ela nos foi dada apenas para procurar e encontrar a nossa essência absoluta, e descirnir, escolhendo, ou não, àquilo que nos dói e magoa, e nos mostra, nessa dor, que é o que não queremos, e o que nos faz  sentir vivos, engrandecidamente, quando sentimos e experimentamos algo que nos pertence e que nos diz o que somos!!
temos de tomar consciência, prioritáriamente, que o que vale nesta Vida, somos Nós, apenas!!

e que, aqui, viemos, apenas, para nos encontrarmos, a nós próprios, e cada Um, de cada forma que lhe permita ser, sentir, e conhecer, saber

quem Somos!!

a cada UM

Analuz


Verdade de Hoje




A Vida dá muitas voltas, não dá???

OS ANCESTRAIS E AS DIFERENTES INTELIGÊNCIAS DO NOSSO CORPO



Conhecimento que pode levar à cura!

De acordo com os ancestrais de diferentes partes de nosso mundo, nosso corpo sente e pensa.
Por exemplo, no caso dos ancestrais das tribos australianas, quando uma pessoa se fere ou adoece, a tribo se reúne ao redor do enfermo e canta pedindo perdão à ferida ou parte afetada. E esta começa automaticamente a dar sinais de melhora e ocorrem curas milagrosas.

O mesmo ocorre nas assombrosas curas dos kahunas ou médicos magos havaianos. Eles entram em oração direta com a parte afetada pedindo-lhe perdão. Esse ato de oração envolve os magos, o paciente e todas as vidas durante as quais eles possam ter se encontrado e se envolvido com essa pessoa. E também ocorrem curas consideradas milagrosas..

No conhecimento ancestral Inca, tudo é reciprocidade, quando alguém adoece ou se enche de energia pesada ou “hucha”, por ter atitudes egoístas, não deixando fluir o “sami” ou energia leve. Por isso nas curas se pede para aquela parte do corpo se harmonizar com ‘pachamama’ permitindo que o bloqueio se reequilibre. E a pessoa se cura. No caso dos Lakotas, na América do Norte, eles falam com o corpo para informar-lhe que existe uma medicina que vai curá-lo. E, logicamente, as pessoas se curam.

Como vemos, examinando alguns casos de medicina ancestral, chegamos a uma interessante conclusão: os ancestrais aceitavam as partes de nosso corpo como um ser completamente inteligente e autônomo do cérebro. Isso durante os últimos séculos passou a ser considerado como fraude ou superstição. Mas vejamos agora as descobertas mais recentes da ciência. Você vai ficar estupefata (o).

A sabedoria do corpo é um bom ponto de acesso às dimensões ocultas da vida: é totalmente invisível, mas inegável. Os investigadores médicos começaram a aceitar este fato em meados dos anos oitenta. Anteriormente se considerava que a capacidade da inteligência era exclusiva do cérebro. Então foram descobertos indícios de inteligência no sistema imune e, logo a seguir, no digestivo.


A INTELIGÊNCIA DO SISTEMA IMUNE
A Dra. Bert descobriu (e logo outros cientistas confirmaram), que existem tipos de receptores inteligentes não só nas células cerebrais, mas em todas as células, de todas partes do corpo (chamaram inicialmente de neuropeptídios).  Quando começaram a observar as células do sistema imunológico, por exemplo, as que protegem contra o câncer, contra as infecções, etc., encontraram receptores dos mesmos tipos que os do cérebro.

Em outras palavras, suas células imunológicas, as que o protegem do câncer e das infecções, estão literalmente vigiando cada um dos seus pensamentos, cada emoção, cada conceito que você emite, cada desejo que você tenha. Cada pequena célula T e B do sistema imunológico produz as mesmas substâncias químicas produzidas pelo cérebro quando pensa. Isto torna tudo muito interessante, porque agora podemos dizer que as células imunológicas são pensantes. Não são tão elaboradas como as células cerebrais, que podem pensar em português, inglês ou espanhol. Mas sim, elas pensam, sentem, se emocionam, desejam, se alegram, se entristecem, etc. E isto é a causa de enfermidades, de stress, câncer, etc. Quando você se deprime entram em greve e deixam passar os vírus que se instalam em seu corpo.

A INTELIGÊNCIA DO SISTEMA DIGESTIVO
Há dez anos parecia absurdo falar de inteligência nos intestinos. Sabia-se que o revestimento do trato digestivo possui milhares de terminações nervosas, mas que eram consideradas simples extensões do sistema nervoso, um meio para manter a insonsa tarefa de extrair substâncias nutritivas do alimento. Hoje sabemos que, depois de tudo, os intestinos não são tão insonsos. Estas células nervosas que se estendem pelo trato digestivo formam um fino sistema que reage a acontecimentos externos: um comentário perturbador no trabalho, um perigo iminente, a morte de um familiar. As reações do estômago são tão confiáveis como os pensamentos do cérebro, e igualmente complicadas.


A INTELIGÊNCIA DO FÍGADO
As células do cólon, fígado e estômago também pensam, só que não com a linguagem verbal do cérebro. O que chamamos “reação visceral” é apenas um indício da complexa inteligência destes milhares de milhões de células. Em uma revolução médica radical, os cientistas acessaram uma dimensão oculta que ninguém suspeitava: as células nos superaram em inteligência durante milhões de anos.
 

A INTELIGÊNCIA DO CORAÇÃO

Muitos acreditam que a consciência se origina unicamente no cérebro. Recentes investigações científicas sugerem, de fato, que a consciência emerge do cérebro e do corpo atuando juntos. Uma crescente evidência sugere que o coração tem um papel particularmente significativo neste processo. Muito mais que uma simples bomba, como alguma vez se acreditou, o coração é reconhecido atualmente pelos cientistas como um sistema altamente complexo, com seu próprio e funcional “cérebro”. Ou seja, o coração tem um cérebro ou inteligência. Segundo novas investigações no campo da Neurocardiologia, o coração é um órgão sensorial e um sofisticado centro para receber e processar informação. O sistema nervoso dentro do coração (ou o “cérebro do coração”) o habilita a aprender, recordar e tomar decisões funcionais independentemente do córtex cerebral. Além da extensa rede de comunicação nervosa que conecta o coração com o cérebro e com o resto do corpo, o coração transmite informação ao cérebro e ao corpo, interagindo através de um campo elétrico.

E LEIA ISTO…

O coração gera o mais poderoso e mais extenso campo elétrico do corpo. Comparado com o produzido pelo cérebro, o componente elétrico do campo do coração é algo assim como 60 vezes maior em amplitude, e penetra em cada célula do corpo. O componente magnético é aproximadamente 5000 vezes mais forte que o campo magnético do cérebro e pode ser detectado a vários pés de distância do corpo com magnetômetros sensíveis.

RECOMENDAÇÕES
As investigações do Instituto HeartMath sugerem que respirar com Atitude, é uma ferramenta que ajuda a sincronizar seu coração, mente e corpo para dar-lhe uma coerência psicofisiológica mais poderosa. Ao usar esta técnica regularmente – experimente-a cinco vezes ao dia - você desenvolverá a habilidade para realizar uma mudança de atitude durável. Respirando com Atitude, você coloca o foco em seu coração e no plexo solar, enquanto respira com uma atitude positiva. O coração automaticamente harmonizará a energia entre o coração, a mente e o corpo, incrementando a consciência e a clareza.

A Técnica de Respirar com Atitude

Coloque o foco em seu coração enquanto inala.
Enquanto exala coloque o foco no plexo solar.
O plexo solar se encontra umas quatro polegadas debaixo do coração, justamente debaixo do esterno onde os lados direito e esquerdo da caixa torácica se juntam.

Pratique inalar através do coração e exalar através da caixa torácica durante 30 segundos ou mais para ajudar a ancorar sua atenção e sua energia ali. Depois escolha alguma atitude ou pensamento positivo para inalar ou exalar durante esses 30 segundos ou mais. Por exemplo, você pode inalar uma atitude de estima e exalar uma de atenção.

Pratique diferentes combinações de atitudes que você queira desenvolver. Pode dizer em voz alta: “Respiro Sinceridade, Respiro Coragem, Respiro Tranqüilidade, Respiro Gratidão” ou qualquer atitude ou sentimento que você queira ou necessite. Inclusive, se você não sente a mudança de atitude a princípio, mesmo fazendo um esforço genuíno para mudar,  lhe ajudará a alcançar um estado neutro, no qual você terá mais objetividade e poupará energia.

O Poder do OVO - Ufff - alívio - adoro Ovos

 
 
 
"Agora essa. Descobriram que ovo, afinal, não faz mal. Durante anos nos aterrorizaram. Ovos eram bombas de colesterol. Não eram apenas desaconselháveis, eram mortais.


Você podia calcular em dias o tempo de vida perdido cada vez que comia uma gema. Assim começa a crônica Ovo, em que o escritor gaúcho Luis Fernando Verissimo demonstra sua indignação por ter sido afastado dessa iguaria durante um bom pedaço da vida restrição que não foi exatamente fácil para ele. Sei não, mas me devem algum tipo de indenização [...] O fato é que quero ser ressarcido de todos os ovos fritos que não comi nestes anos de medo inútil. E os ovos mexidos, e os ovos quentes, e as omeletes babadas, e os toucinhos do céu, e, meu Deus, os fios de ovos. Os fios de ovos que não comi para não morrer dariam várias voltas no globo. Quem os trará de volta?

Bem, a má notícia é que ninguém trará os fios de ovos de volta. E, claro, não há quem pense em propor uma indemnização aos apreciadores desse alimento. A boa nova é que, nos últimos anos, o ovo realmente vem sendo objeto de uma reabilitação poucas vezes vista na história da Medicina. Até mesmo os cardiologistas mais radicais, aqueles que demonizaram os ovos como os maiores vilões da saúde do coração, começam a rever suas posições. A virada se deve a uma série de estudos científicos, muitos deles com dezenas de milhares de participantes, que mostram de maneira muito contundente que a sua condenação foi uma espécie de julgamento sumário. Se fosse uma questão criminal, seria um caso clássico de erro jurídico. Analisadas as evidências, veio a público um novo veredicto: o ovo está absolvido. E as provas, diga-se, não são poucas.
Uma das demonstrações mais recentes é assinada pela Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. Em artigo publicado em janeiro deste ano, resultado de uma pesquisa envolvendo 9.734 pessoas de 25 a 74 anos acompanhadas durante duas décadas, os pesquisadores demonstraram não haver relação entre o consumo regular de ovos e o aumento da incidência de doenças cardiovasculares, como infarto e derrame.
 
 
 


Não houve diferença entre aqueles que comiam um ovo ou mais por dia em comparação com quem não comia nenhum, disse à SAÚDE! o cardiologista Adnan Qureshi, líder da investigação. Em apenas um grupo específico, o dos diabéticos, encontramos dados que mostram que o consumo maior de ovos pode estar ligado ao aumento da ameaça de doenças cardíacas, mas isso nem sequer está totalmente claro. A nutricionista Raquel Dias, coordenadora do Laboratório de Ciência e Arte dos Alimentos da PUC do Rio Grande do Sul, comenta: A cultura de que o ovo faz mal se espalhou de tal modo que as pessoas, na dúvida, preferem comer pão e outros carboidratos, que, em excesso, também trazem risco cardiovascular.

A idéia de que o ovo merecia sair do limbo veio à tona no início na década de 1990, quando dezenas de cientistas apontaram para deficiências de pesquisas mais antigas, realizadas a partir dos anos 1960, que associavam o consumo do alimento ao colesterol nas alturas e este aos problemas do coração. O divisor de águas foi uma grande investigação publicada em 1999, na prestigiada revista da Associação Médica Americana, e assinada por um time de especialistas da Universidade Harvard.

Em resumo, eles cruzaram informações sobre a dieta de 37 851 homens e 80 082 mulheres com a ocorrência de doenças cardiovasculares durante um período de até 14 anos. A conclusão: O consumo de mais de um ovo por dia não causa impacto significativo sobre o risco de doenças coronarianas e derrame em homens e mulheres saudáveis.
 

CURA através do Alho

 
 
 
 
Receita encontrada em um Monastério Tibetano.
Funciona contra diversos problemas de saúde. É bem simples.

Ingredientes:
350 gr. de alho cru, descascado e triturados,
1/4 de litro de aguardente (pinga) ou álcool de cereais a 70º Modo de Fazer:
Coloque os alhos  e aguardente em um vidro limpo, feche muito bem e coloque na geladeira por  10 dias. Depois, coar em coador de gaze ou tela fina.
Coloque
novamente no vidro e leve à geladeira mais 2 dias. E estará pronto para uso.
Modo de Usar:
Tomar as gotinhas em água ou leite, antes das 3 principais refeições, seguindo a tabela abaixo. 
  
DIAS
DESAYUNO
COMIDA (Almuerzo)
CENA
1
1 gota
2 gotas
3 gotas
2
4 gotas
5 gotas
6 gotas
3
7 gotas
8 gotas
9 gotas
4
10 gotas
11 gotas
12 gotas
5
13 gotas
14 gotas
15 gotas
6
16 gotas
17 gotas
18 gotas
7
17 gotas
16 gotas
15 gotas
8
14 gotas
13 gotas
12 gotas
9
11 gotas
10 gotas
9 gotas
10
8 gotas
7 gotas
6 gotas
11
5 gotas
4 gotas
3 gotas
12
2 gotas
1 gotas
25 gotas
 
A partir do 13º dia, tomaremos 25 gotinhas 3 vezes ao dia, até terminar o frasco.
Seguindo a tradição, não se pode repetir o tratamento antes de 5 anos.  
Vantagens do tratamento:
Melhora o sistema imunológico fortalecendo nosso organismo contra infecções;
Ajuda abaixar o colesterol;
É de grande eficácia contra pressão alta e problemas circulatórios.
Segundo o Manuscrito tibetano, os benefícios são os seguintes :
· Limpa o organismo das  gorduras e livra dos cálculos depositados.
· Melhora o  metabolismo e diminui o peso do corpo levando - o ao peso normal.
· Desfaz  os coágulos de sangue e torna mais elásticos todos os vasos sanguíneos, curando também a arterioscleroses.
· Cura a isquemia, a sinusite,  a hipertensão  e as enfermidades bronco pulmonares.
· Cura o diafragma e o miocárdio enfermo.
· Faz desaparecer a dor de cabeça.
· Cura  tromboses do cérebro, a artrite  e  artrose.
· Cura o reumatismo, a gastrite, as úlceras de estômago e as hemorróidas.
· Absorbe todo tipo de tumores internos y externos.
· Cura os distúrbios de vista e ouvidos.
· Em geral todo o organismo se recupera.
 
Contra-indicação:
Pessoas com úlceras intestinais.
Pessoas que tomam algum medicamento, pergunte ao seu médico se há problema
em fazer esta cura.
  
 
Fonte:  http://www.enbuenasmanos.com/articulos/muestra.asp?art=434
 

ORAÇÃO DO COMPLETO PERDÃO PESSOAL




 
 
 
 
 Eu Bendigo Este Dia E Dou Graças Pela Minha Vida.
                                           
Senhor Do Céu, Eu Sou Teu Filho, Teu Filho Humilde,
Eu Te Devoto O Meu Amor E Te Agradeço
Pelo Teu Amor E Bênçãos Constantes.

Por Todos Aqueles Que Me Feriram
No Mental, No Físico, No Emocional.
No Espiritual, No Sexual, No Financeiro,
Ou Em Qualquer Outro Nível,
Senhor, Eu Peço Que Me Ajudes A Perdoar E A Soltar
Completa E Totalmente
Todos Estes Que Me Feriram.
Por Favor, Senhor, Por Favor, Senhor.

Obrigado, Senhor, Obrigado, Senhor, Obrigado.
E Eu Realmente Perdôo E Solto, Completa E Totalmente.
Todos Estes Que Me Feriram.
Tudo Com A Ajuda De Deus.

Obrigado, Senhor Do Céu.
Por Todos Aqueles Que Feri
No Mental, No Físico, No Emocional,
No Espiritual, No Sexual, No Financeiro,
Ou Em Qualquer Outro Nível,
Senhor Do Céu, Por Favor, Ajuda Todo Estes Que Feri
A Me Perdoarem E Me Soltarem Completa E Totalmente.
Por Favor, Senhor, Por Favor, Senhor.
Obrigado, Senhor, Obrigado, Senhor, Obrigado.

E Eu Agradeço A Todos Estes Que Feri
Por Me Perdoarem E Me Soltarem Completa E Totalmente,
Tudo Com A Ajuda De Deus.
Obrigado, Senhor Do Céu.
Por Todas As Vezes Que Me Feri
No Mental, No Físico, No Emocional,
No Espiritual, No Sexual, No Financeiro,
Ou Em Qualquer Outro Nível,
Eu Peço Perdão A Mim Mesmo Por Toda Dor E Mal Que Me Causei
E Peço Para Ser Perdoado.
Senhor Do Céu, Peço Que Me Ajudes A Me Perdoar E Me Soltar Completa E Totalmente.
Por Favor, Senhor, Por Favor, Senhor,

Obrigado, Senhor, Obrigado, Senhor, Obrigado.
E Eu Realmente Me Perdôo E Me Solto
Completa E Totalmente, Tudo Com A Ajuda De Deus.
Obrigado, Senhor Do Céu.
Por Todas As Formas De Vida Que Feri De Algum Modo, Em Algum Momento.
Peço Perdão Por Toda Dor Ou Mal Que Causei A Estas Formas De Vida
E Peço Para Ser Perdoado.
Senhor Do Céu, Peço Que Me Ajudes A Ser Perdoado
Por Todas As Formas De Vida A Quem Causei Dor E Mal.
Por Favor, Senhor, Por Favor, Senhor.
Obrigado, Senhor. Obrigado, Senhor, Obrigado.
Obrigado, Senhor, Por Me Ajudares A Ser Perdoado Por Todas Formas De Vida
A Quem Causei Dor E Mal.
Obrigado, Senhor Do Céu.

Senhor, Peço Que Bendigas Todas Estas Relações, Nos Preenchas Com O Teu Amor
E Nos Concedas A Todos Uma Paz Perfeita.
Por Favor, Senhor, Por Favor, Senhor.
Obrigado, Senhor, Obrigado, Senhor, Obrigado.
Obrigado, Senhor Do Céu.
Cântico Sagrado:
Ani Habad (Eu Sou O Amor)

Entrego este Blog para todos vocês

Entrego este Blog para todos vocês
DEUS vos abençõe

CHAMA

CHAMA

LUZ VIOLETA

"EU SOU um ser de Luz Violeta! EU SOU o Amor que DEUS deseja!"

Fixe seus olhos na Chama Violeta, visualize o seu corpo dentro dela, a chama violeta penetra no seu corpo. A chama violeta se expande, se expande, se expande cada vez mais, transmutando e purificando tudo em nós e à nossa volta que não seja paz , equilíbrio, bem-estar, amor, harmonia e luz.

(O exercício pode ser feito substituindo as palavras paz, amor, ..., por exemplo: sua casa, seus parentes, uma situação...)

TUBO DE LUZ

Deus Todo-Poderoso, presente em meu coração:

Projeta em torno de mim um tubo de força eletrônica.

Torna-o tão possante que nada de mal possa atravessá-lo.

Faz que eu seja invisível, invencível, invulnerável

a tudo que não é teu amor, tua sabedoria e teu poder.

Obrigado, Ó Deus Todo-Poderoso, tú atendeste ao meu apelo!

(visualize um tubo de Luz branca ao seu redor a um metro e meio de distância)

MINHA ALMA

MINHA ALMA
A minha fotografia
ANALUZ
Infinitamente sonhadora... O meu maior sonho: - encontrar o sentido da VIDA
Ver o meu perfil completo

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH

KODOISH, KODOISH, KODOISH ADONAI 'TSEBAYOTH



é o nome sagrado mais poderoso que conhecemos.

A sua tradução é Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus das Hostes. É muito usado para proteção espiritual em geral e também para discernir os seres de Luz dos seres caídos.



Essa é a saudação usada pelos seres de Luz para saudar o Trono do Pai (Deus). Quando repetimos esse nome com essa mesma intenção, imediatamente ficamos alinhados com a Luz do Altíssimo Deus e essa emanação preenche todo o nosso ser e nos liberta de todo vínculo energético que não esteja alinhado com esse mesmo princípio.






COMO USAR ESSE NOME?


É simples! Basta repetí-lo com respeito por pelo menos três vezes. Pode ser falado em voz alta ou apenas mentalmente. Experimente!

ANJOS DO DISCERNIMENTO

Divinos Anjos do Discernimento, peço perdão por todo o carma acumulado. Que vossa divina presença ilumine meu caminho, desperte minha intelig6encia superior e me dê o divino discernimento de que preciso nesta hora de prova. Minha mente está confusa, então solicito luz para ver a senda espiritual. Uma rocha acesa para iluminar a escuridão. Que nunca me sinta sozinho nem afastado dos outros seres. Peço sabedoria para perceber a presença de Deus em todos os corações humanos. Tenho fé no poder espiritual, que me protege e orienta.

Video Bar

Loading...

CANTO DAS ORAÇÕES

CANTO DAS ORAÇÕES
clique na imagem e aceda

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

A ALMA MAIS PURA que habitou a terra

"Duvide de si mesmo e você duvidará de tudo que vê. Julgue a si mesmo e você verá juízes por toda parte. Mas se você ouve o som de sua própria voz, você consegue elevar-se acima da dúvida e do julgamento. E você consegue ver eternamente." (Nancy Kerrigan)

E POR QUE ATENTAS TU NO ARGUEIRO QUE ESTÁ NO OLHO DO TEU IRMÃO E NÃO REPARAS NA TRAVE QUE ESTÁ NO TEU PRÓPRIO OLHO?

Lucas 6.41 (arc)


«Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?



Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?



Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?



E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam, contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.



Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?



Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.



Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.



Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. Mt. 6.25-34»




A GRANDE INVOCAÇÃO


Do ponto de Luz na mente de Deus,

Que flua Luz à mente dos homens

E que a Luz desça à Terra.

Do ponto de Amor no coração de Deus

Que flua amor ao coração dos homens

Que Cristo retorne à Terra.

Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,

Que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,

Propósito que os mestres conhecem e servem.

Do centro a que chamamos a raça dos homens

Que se realize o plano de Amor e de Luz

E se feche a porta onde se encontra o mal.

Que a Luz, o Amor e o Poder

Restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra

Hoje e por toda a eternidade. Amém.

******* *******

 

W3C Validations

Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Morbi dapibus dolor sit amet metus suscipit iaculis. Quisque at nulla eu elit adipiscing tempor.

Usage Policies